02 Fevereiro 2011

Renato Seabra e Carlos Castro

Abro aqui uma excepção a este “fim”, anteriormente escrito, para expressar o que sinto em relação ao caso Renato Seabra vs Carlos Castro. E isto, porque acho estar em causa um valor supremo defendido pelo povo português: o da condenação da pena de morte e da prisão perpétua.
Não ponho em causa os factos e as razões que estão em causa, isto é, o homicídio de Carlos Castro, o que, alegadamente, terá levado Renato Seabra a tal acto, a homossexualidade que parece estar envolvida ou a eventual ambição deste jovem.
O que questiono é o facto de dois portugueses terem tido a infelicidade de passarem por tais circunstâncias num país que defende e aplica a prisão perpétua e a pena de morte.
O mesmo caso, julgado em Portugal, teria condenação completamente diferente. O mesmo caso, se tivesse acontecido num outro país que não os Estados Unidos, teria reacções muito diferentes, quer das entidades, quer do próprio povo português. Por que aceitamos a pena de morte americana e a condenamos na China, num país árabe ou africano?
Admitiria a condenação de um português a tais sentenças se tivesse posto em causa a vida de um americano, em solo americano. Não é o caso. Foi uma situação pessoal, entre dois portugueses, com o azar de, por razões circunstanciais, ter acontecido naquele local.
E a mim custa-me ver que um jovem português possa ser castigado de uma forma que Portugal não só não admite no seu território, como não aceita em território alheio. Portugal não extraditaria um cidadão estrangeiro para o seu país, desde que isso implicasse a sujeição dessa pessoa a tortura, a prisão perpétua ou à morte. Nem que fosse americano!
Aliás, quantas vezes já nos solidarizámos contra condenações à morte em países estrangeiros, de cidadãos desses mesmos países? Estranhos a nós. Unidos apenas pela humanidade?
E assim sendo, e porque o princípio maior em questão é esta causa que nos move contra a pena de morte e a prisão perpétua, defendo que Renato Seabra deveria ser extraditado para ser julgado em Portugal, onde teria direito aos parâmetros de Justiça que todos os portugueses defendem. E, se fosse considerado culpado, que cumprisse a pena. De acordo com as nossas leis.
Sei que, legalmente, esta teoria não tem acolhimento, porque os crimes são julgados no país onde são cometidos, mas não haverá excepções que a lei contemple, ou que a própria diplomacia possa usar, para se contornar essa situação?
Se usamos as duas, isto é, a lei e a diplomacia, para defender a vida de estrangeiros e não os entregar à sorte que Renato Seabra agora enfrenta? Se nem seríamos capazes de extraditar um americano, que tivesse cometido um crime idêntico e se tivesse vindo refugiar em Portugal?
É isto que questiono.
Por uma questão de Humanidade.

22 Dezembro 2010

FIM

Sim, este deve ser o último post deste ano. Uma forma de vos desejar um Bom Natal e um Ano Novo com o melhor que podem esperar da vida. Está a terminar 2010, um dos anos mais marcantes da minha vida, pela quantidade de aspectos profundamente negativos que teve. Espero que 2011 nos traga horas melhores, uma nova esperança, um novo recomeço.
Beijos a todos os que sempre me acompanharam.
Nunca me esquecerei de vocês.
Um beijão especial para a mr, a quem só posso contactar por esta via.
Posted by Picasa

18 Outubro 2010

um pouco de luz

Não, esta flor não está, agora, no meu jardim. É apenas um pretexto para ultrapassarmos os posts anteriores, um deles triste, o outro já demasiado cheio de comentários.
Ando com um problema neste blog, que vou ter de resolver um dia destes. É que comecei a reparar que posts anteriores têm vindo a desaparecer. Deve estar a acontecer o mesmo que ao nélio, que ficou com o blog cheio de mais e teve de fazer "desdobramentos". Admira-me é que não me apareça aqui nenhuma mensagem a informar-me dessa situação.
Bem, enquanto não resolvo o problema, aqui fica esta imagem a lembrar os bons e lindos momentos de Verão.
bjs a todos
Posted by Picasa

06 Outubro 2010

O teu canto


Descansa em paz.
Posted by Picasa

23 Agosto 2010

cantinho da rose


Como vês, rose, o teu cantinho está com novo visual. Ainda há mudanças a fazer, mas ali estão os antúrios brancos e vermelhos, alguns corações, um aloe vera e outras plantas. No escadote azul que está ao fundo também florescem antúrios brancos. Um dia destes vou renovar os vasos de flores que estão nesse escadote e fazer mais uns arranjos no local. Um dia destes. Esta semana estou a trabalhar e tenho menos tempo e, para além disso, tenho estado ocupada com outras partes do jardim, mais precisadas de apoio.
Um beijão. Já estou atrasada.
Posted by Picasa


Posted by Picasa


Posted by Picasa

O cantinho da mr - vista geral

Ora, aqui está o cantinho cujos promenores vêem logo a seguir. A foto não está famosa, mas foi o que se arranjou.
Um dia feliz para todos.
Eu vou fazer por isso.
bjs
Posted by Picasa

18 Agosto 2010

cantinho da mr

Poi é! Este foi o primeiro cantinho que arranjei para os meus visitantes. Mais precisamente para a mr. Foi há tanto tempo que, se calhar, a própria mr se esqueceu que tenho um cantinho que é dela. Está todo renovado, com bromélias mini e não só. Cada uma com seu tipo de flor. Tudo bem arranjadinho. Para verem melhor, cliquem nas fotos.
Mr, lembro-me sempre de si quando rego este cantinho. bjs
Posted by Picasa

14 Agosto 2010

incêndios

Bem, ontem dormi em casa da minha mãe, porque temi que o fogo chegasse a minha casa. Hoje vou ter de lá dormir outra vez. Na imagem, a minha casa fica naquele amontoado de casinhas que fica "encostado" (na foto) à ponta do telhado do edifício da direita, que é o da Empresa de Electricidade da Madeira. Como podem ver, o fogo está um pouco acima. Se o vento continuar a soprar como agora, pode ser que o fogo não desça, mas nunca se sabe. As montanhas que vemos cobertas de fumo têm estado a arder, mas muito mais ardeu, que não se vê nesta foto.
Espero que amanhã esteja tudo apagado.
bjs
Posted by Picasa

16 Julho 2010

o cantinho mais lindo que tenho




neste momento.
Posted by Picasa

raquéis




Uma explosão de cor.
Posted by Picasa

cachos de rosas




Rosas para todos, bem aconchegadinhas umas nas outras. Perfumadas, delicadas, mas de vida breve. Um beijo para todos.
Posted by Picasa

30 Junho 2010

no meu mundo

Pois é! Andei perdida por aí, esquecida também das flores, pois estas férias que tive foram dedicadas a obras em casa. Confesso que foi cansativo e ainda não estão todas terminadas. Os trabalhos prosseguirão na próxima semana.
O tempo tem estado nublado e desagradável para ir à praia, mas essa também é outra desculpa, pois nem me tem apetecido lá ir. Prefiro o ar da serra.
Para além disso, como já vos tinha avisado, tive hóspedes em casa e a minha atenção foi para aí virada.
Mas, como diz o joão, a razão principal da minha ausência foi a "quebra de pedalada na net". A falta de máquina fotográfica também não tem ajudado e, acima de tudo, o jardim tem estado tão pouco cuidado e pouco ou nada havia para mostrar que sentia pouca vontade de cá vir. Este jardim virtual expressa bem o que me vai na alma.
Mas há mais. Já não consigo olhar para o computador. Acho que lhe criei raiva. LOL Só cá venho para pagar contas e fujo logo.
Fora tudo isto, estou bem, o netinho cada vez mais lindo e tudo a correr na maior.
Beijos a todos.
Não se assustem com a minha ausência.
Obrigada pelas quase 100 mensagens que deixaram no último post antes destes. Li-os todos e agradeço os cuidados.
Divirtam-se.
A selecção portuguesa lá perdeu o Mundial! Resta-nos olhar de frente para este país em crise! Oh!, Que pena! Lá voltámos à realidade! eheehehehhehe
Posted by Picasa

coroas-imperiais

Estão a começar a florir e vêm cheias de força e beleza.
Posted by Picasa

canteiro florido


da entrada da casa.
Desculpem a qualidade das fotos, mas são tiradas com o telemóvel, pois a máquina fotográfica não está a funcionar bem.
Mesmo assim, deve dar para ver os corações de pé-alto, as coroas imperiais amarelas e laranja e as raqueis.
Posted by Picasa

recanto

Aqui temos as rasteiras bromélias, com o seu centro vermelho, as bananilhas vermelhas, as rapaziadas e a árvore cor-de-fogo que o nélio me ofereceu há anos. Junto aos dois grossos troncos de iuca mora a rosa cor-de-rosa velho.
Posted by Picasa

rosa


Já viram esta rosa nos anos anteriores, mas vale sempre a pena apreciá-la. Está em flor, neste momento.
Posted by Picasa