26 dezembro 2006

noite do mercado-bailinho

7 Comments:

Blogger anete joaquim said...

Todos os vídeos têm som. Liguem as colunas do computador, por favor.
bjs

26/12/06 12:10  
Blogger anete joaquim said...

Para poderem ver o vídeo, têm de dar dois cliques sobre a imagem.

26/12/06 12:13  
Anonymous Anónimo said...

Grande Folia!!!
Assim é que é! Festa é FEsta!

Beijos festivos!

26/12/06 15:00  
Blogger Chauffeur Navarrus said...

Muito bem...
Já li!
Este jardim (jardim de pedra.blogspot), cada vez mais se torna num postal da Madeira.
Dá gosto!
Um beijinho
Agora com mais tempo :)
J

26/12/06 21:19  
Blogger Lília said...

Anete, sei que parece mentira, mas eu nunca fui à Noite do Mercado. Pois é! Ri-te à vontade que eu mereço.Obrigada por este "cheirinho". Há-de ser para o ano (Já perdi a conta dos anos em que repito isto). Beijinhos e bom ano.
Lília

27/12/06 16:42  
Anonymous maria said...

Anete na realidade o Natal aí é muito mais festivo e animado do que aqui no continente, obrigada por todas as informações que nos passas.
Sei que cá em algumas aldeias as pessoas se reunem à volta duma fogueira e cantam, dançam e claro comem e bebem, mas na zona das cidades é cada um em suas casas.
Bom Ano de 2007, muita paz e saúde.
Bjs.

28/12/06 09:02  
Blogger anete joaquim said...

Oi, pessoal, voltei!
Espero ter-vos proporcionado uns momentos de alegria natalícia, com a reportagem sobre a "Noite do Mercado". Ouviram os cânticos todinhos? Hem? Andaram a aldrabar? A serem preguiçosos? Espero bem que não!

Ez, é verdade que Festa é Festa e nisso os madeirenses primam! Já percebem por que é que o Natal aí me custava tanto? E o Fim-de-ano! Ainda pior! Nessa altura, então, não é só em torno do Mercado que as ruas se enchem. É por todo o lado. Vem toda a gente para a rua ver o fogo de artifício.

Chauffeur, na realidade este projecto do jardim de pedra foi sofrendo alterações ao longo dos últimos tempos. Não deixa de ter a sua graça!
O meu jardim (físico e real)era o meu refúgio do mundo, de um mundo que, por vezes, me custa a suportar. Ali, no meu jardim, construía o mundo como gostaria que ele fosse e a sua paz dava-me uma sensação de felicidade muito grande. Foi a noção do bem que me fazia que me levou a criar o blog. Seria uma forma de transmitir aos outros aquilo que existia no meu jardim. Acho que tenho conseguido, minimamente, esse desiderato.
A piada está em que, para vos poder satisfazer o desejo de conhecer a Madeira que existe para além do jardimdepedra, tive de sair do meu espaço e voltar ao mundo de que fugira. Acho que o círculo se fechou. Sinto-me bem com isso.

Lília, não te sintas mal por nunca teres ido à "Noite do Mercado". Foi, também, a primeira vez que lá fui. Até agora, só via pela televisão. Não gosto de estar no meio de multidões. Pois bem! Este ano, com todos vocês no pensamento, com a vontade de vos dar uns momentos de felicidade natalícia, fui para o meio daquela gente com um sentimento de alegria muito grande. Garanto que me diverti e esses foram os melhores momentos deste Natal que me estava a custar muito a passar.

Maria
Foi, exactamente, por saber da solidão que muita gente passa no Natal que resolvi pôr tantos vídeos dos cânticos do Mercado, mal cheguei a casa, nesse dia. Só me fui deitar às cinco da manhã, para poder garantir que, no dia da consoada, quem estivesse só pudesse ter algo que o animasse.
Achei que a alegria que cada um deles transmite poderia alegrar eventuais solidões e tristezas.
Sabia, também, que haveria felizardos, que tiveram a sua família nessa noite e que não viriam ao blog nesse dia.
Sei, também, que mesmo esses poderão usufruir destes momentos.
Por isso, vou ficar um pouco parada no tempo, em relação ao blog, para poder dar a mais gente a possibilidade de não perder estas vivências.
Um beijão a todos.
Por cá, ainda há espírito de Natal.

28/12/06 10:55  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home