25 janeiro 2007

A dura (nem sempre!!!) realidade

Um dos preços que pago para ter o jardim que tenho é este: como não têm terra onde fazer as suas necessidades, porque tive de vedar o jardim, os cães vêem-se obrigados a fazê-lo no cimento.
Tudo bem! A questão é que parece que se vingam. Com tanto espaço que há para o fazerem, não escolhem melhor sítio do que o da passagem.
Isso implica que tenha de andar sempre a limpar a porcaria que fazem. É uma das tarefas da manhã, mas à tarde já há mais "presentes" para limpar. Não é só retirar os cocós. Há que lavar de mangueira todo o espaço, desde a frente da casa até à zona da loja e do estendal que lhe fica em frente e onde não me faria qualquer confusão que fizessem todas as porcarias que lhes passassem... pelos intestinos.
Mas não! Este é o corredor da loja. Cá estão uns presentinhos.
Depois, dá-lhes umas manias esquisitas. A Sweet, durante uns tempos, entendeu que havia de usar a zona das cadeiras azuis como WC privado. Mesmo com as cancelas, lá conseguia esgueirar-se por entre o entrelaçado da porta e pumba! Acabou por ficar com uma ferida nas costas e sem pêlo nos lados. Tivemos de colocar uma rede.
Não ficou satisfeita! Passou a fazer os "presentes" mesmo em frente das cancelas da entrada. E, claro, o Sad, solidário, lá passou a fazer o mesmo.
Sempre que chegamos a casa é preciso olhar primeiro o chão, para ver se está "minado".
Mas o Sad ainda tem outra! Acabo de lavar o chão e lá vai ele marcar terreno.
Hoje, de manhã, acabei de lavar o corredor e lá apareceu ele no seu poleiro, para ver em que fase andavam os meus trabalhos.
Está assim com um ar como que a disfarçar, mas eu já lhe conheço a pinta toda! Neste momento em que estou a escrever, não me admirava nada que já tivesse ido fazer das suas!
"EU???!! Era lá capaz de fazer uma maldade dessas?", parece dizer esta cara de anjo.
Sim, sim, como se eu não te conhecesse!!!!!








6 Comments:

Anonymous Mr said...

Ola
O Sad está expressivo. Irradia ternura.
Sempre o melhor

26/1/07 01:43  
Blogger anete joaquim said...

Por acaso é mesmo baboso por mimos, mas não se deixem enganar por esta carinha laroca. Ninguém toca na dona!!!!

26/1/07 07:41  
Blogger anete joaquim said...

As fotos estão colocadas pelas devida sequência. Se ampliarem a terceira foto, poderão ver a cara de malandro que ele tem a espreitar o andamento dos meus trabalhos, só para ver se já é hora de... vir sujar de novo. Fui-me aproximando devagarinho e ele, assim como que a disfarçar, foi olhando para a frente, para o lado e, quando cheguei ao pé dele é que me olhou de frente com aquele ar de anjinho. Mas não me enganei! Não passou meia-hora já ele tinha vindo marcar terreno!
Danado!

26/1/07 09:11  
Anonymous maria said...

Tens razão, olhem só o focinhito de inocente como que a dizer:
eu fazer asneiras? Nem pensar!!!
Eu quero é festinhas.
Tens aí um bom malandro.
Bjs.

26/1/07 10:25  
Anonymous Anónimo said...

Quando tiver mais experiência a dominar esta máquina , pois estou um infornabo em evolução, logo mandar-lhe-ei umas
fotos da minha "nina" que por acaso é surda de nascimento e verá que também é uma rebelde.A
minha alegria é que consegui que ela entende gestualmente aquilo
que eu pretendo dela. Esse seu maroto,tem mesmo pinta de ser malandreco. J.S.

31/1/07 21:36  
Blogger anete joaquim said...

Malandreco e não só. Nunca tive um cão tão paranóico! É falso e vingativo. O que o safa é que me é tão fiel, é um bom cão de guarda e, cá dentro, só entra alguém se o matarem.

1/2/07 11:42  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home