13 janeiro 2008

trabalhos em curso


Andava há que tempos para reforçar a vedação desta parte central do jardim, a que fica em frente da casa. Aproveitei esta semana para fazer uma vedação com paletes, pois a Queen e a Sweet lá conseguiam arranjar forma de empurrar a rede que aqui havia e iam destruir-me o jardim. Muito em especial umas bromélias com que embirram ou de que gostam muito e que ficavam num destes cantos.
Prometi a mim mesma que de nada valia andar a arranjar o jardim sem fazer primeiro a vedação.
Lá consegui. Serrei, martelei, desbastei a sebe que aqui havia, levantei estas paletes (cujo peso não é apropriado para senhoras da minha idade), por cima da rede, amarrei, fixei. Enfim, ainda me deu um trabalhão. Ainda falta pintar, mas isso será para outra semana.
Posto isto, resolvi que era tempo de arranjar o jarim. Nestes últimos dias meti mãos à obra e andei a arrancar as daninhas, que já tomavam conta de tudo.
Só nesta parte, que corresponde a metade do jardim em frente da casa, demorei um dia. É que, no meio das daninhas, havia pequenas flores e rebentos de bolbos plantados há já uns tempos e que começam a despontar. Todo o cuidado era pouco para não os arrancar junto com as daninhas. Essa a razão de tanta demora a limpar o jardim.
Depois de ter esta parte limpa meti mãos à obra na parte do lado. Aproveitei para desbastar a malva, que escondia parte do jardim, cortei parte do tapete de malmequeres brancos, que já começava a invadir tudo e andei na monda.
No total, retirei oito sacos de lixo de 30 litros de ervas e um de 50.
O que importa é que as cadelas já não conseguem invadir este espaço. Agora há que retocar algumas das partes, cujas flores as cadelas devastaram, e pôr tudo bonito.
Não prometo que seja amanhã, pois esta semana vou trabalhar e a manhã passa num instante, mas logo que possa tiro umas fotos do jardim em frente da casa.
Posted by Picasa

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Boa noite
Ainda bem que passei por aqui.
Sinceramente - nem sei o que dizer!
A Anete sempre a surpreender e produz e não fica nos lamentos.
Merece a nossa grande admiração e respeito.
E o jardim está lindo.
Fico preocupada é com os pesos. Cuidado.
Deste lado vou lembrando - também nada de exageros.
Por vezes trabalhamos até à exaustão e depois vêm as maleitas.
O João colocou fotos da Madeira.
E fico feliz por ver que o neto do João adorou estar convosco. A tia Anete e o tio Nélio.
Agora vou tentar dormir.
Um grande abraço
Mr

14/1/08 00:16  
Blogger Nelio said...

Meu deus Anete que trabalheira,esta semana deve ir cansada trabalhar para o jornal,depois de tudo mondádo até parece outro jardim,eu sei bem como é,parece um bichinho de carpinteiro que não nos deixa estar parádos....Eu também estou ancioso para ir para o jardim tenho muitas tarefas para fazer,e dizem os intendidos que a lua está boa para podar,Roseira,hortências e muitos outros arbustos que já andam a se esticar de mais...terça-feira não posso mas na quarta tem de ser ,adorei ver o seu jardim mondadinho,maravilha parece que não custou nada mas ao fim do dia ai as costas haha beijão amiga e boa semana de trabalho.....

14/1/08 03:53  
Blogger Rubina said...

Bem isso é que foi trabalhar. Um dia gostava de ter uma casa com jardim. É trabalhoso mas ao mesmo tempo parece relaxante. Beijocas

14/1/08 13:31  
Blogger Espaço do João said...

Decididamente.
Vou vender meu castelo e comprar um apartamento na Madeira, pois já tenho lugar para me entreter. Se o apartamento tiver 3 assoalhadas e uma garagem para dois lugares e, que seja compatível já lá estou . Depois irei ajudar a minha mana porque reconheço que ela não pode fazer tudo só. É uma leoa, sabe enfrentar tudo de frente. Talvês a saúde não a ajude muito. Um beijão do João e Fernanda.

14/1/08 22:28  
Anonymous Anónimo said...

Boa noite
Dei uma volta pelo jardim da Anete e tenho receio que a Anete ande de novo a exagerar.
É tão valente e trabalhadora! Mas pense na sua saúde. Eu nem faço metade do seu trabalho e já ando a cair.
Será que o João está a falar sério?
Ir viver para a Madeira?
É um lugar aprazível - acho que iam fazer um trio fabuloso.
Fiquem bem.
Mr

15/1/08 00:14  
Blogger Cris Bolbosa said...

Às ervas daninhas começam a "atacar", e não lhes podemos dar tréguas, se não invadem tudo. Eu também tenho um problema parecido, mas é com o meu gato. Onde vê terra mexida, lá está ele. Há dias tirei umas ervas, passado pouco tempo, já a terra estava toda revolvida. Já para não falar da minha cadela, que assim que se apanha cá deste lado, faz buracos sem fim (não sei onde ela quer ir, eheh).
Sabe tão bem andar a jardinar, não é? Até nos esquecemos de que depois quase não nos conseguimos mexer:) mas toma cuidado contigo, não queiras fazer tudo de uma vez só.
Bjs
Cris

15/1/08 13:35  
Blogger anete joaquim said...

Bem, esta trabalheira toda parecia que me ia dar razões para começar a tratar a sério desta parte do jardim, mas a Queen e a Sweet trocaram-me as voltas. Ontem à noite, quando cheguei a casa, estavam os três cães (Sad incluído) no cantinho da rose. Conseguiram entrar nem sei como, mas depois já não conseguiram sair. Para agravar a questão, a Queen (só pode ter sido ela!!!) roeu o plástico que cobre uma das cadeiras, tirou uma das almofadas e roeu-a toda. Havia pedaços de espuma por tudo quanto era canto. Moral da história: hoje a Queen e a Sweet, que também adora ir para dentro daquele canto, ficaram presas, de castigo. UFA! Já não sei o que fazer com aquelas duas!!!!

16/1/08 00:35  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home