28 novembro 2006

filhotes de Arabela

E, por fim, aqui vão mais duas, da minha colecção de aranhas.
Estas já conhecem. São filhotes de Arabela, a minha primeira aranha de estimação.
Tenho a impressão de que não terão a mesma sorte da mãe!... Pelo menos algumas delas terão de "ir à vida". Mais precisamente, neste caso, "à morte". Defuntas! Mortinhas! Desta para melhor!
Andam a exagerar na prole!
Nada de exageros, meninas! Vão passear para outro lado!

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Tenho uma marcada aracnofobia!!! (mais atenuada do que há alguns anos trás, mas...) Não há bicho que mais me tire do sério!

29/11/06 00:15  
Blogger anete joaquim said...

Ai é? Que engraçado!!!! E eu a julgar que homem não tinha medo de aranhas!!!!

29/11/06 10:33  
Anonymous Anónimo said...

Aos dez anos, apanhei com uma daquelas pretas, gordas, bem grandes, que resolveu passear-se entre o meu ombro e a minha mão, sem querer de lá sair!
Estive praticamente dois dias sem dormir e, quando adormecia, tinha pesadelos!
Só depois dos 35 anos é que comecei a tolerar (sem agrado algum) a sua presença!

29/11/06 18:09  
Blogger anete joaquim said...

Tadinho!!!!!
Olha, eu ainda não tive nenhuma em cima de mim, mas só de pensar morro de susto! Verdade! Por isso é que ando a fazer esta terapia de as deixar ficar no sítio, para ver se me vou acostumando a elas. NÂO TEM RESULTADO!!!!!
Basta sentir uma teia a roçar-me o rosto, que fico toda arrepiada.
Prometo que não te envio nenhuma para a cave!
A sério!
bjs
E bons sonhos

29/11/06 19:16  
Blogger Ana Ramon said...

É o que eu digo: Já não há homens como antigamente.
Eu não adoro aranhas mas sou incapaz de as matar. Todos se riem da ginástica que faço para as pôr fora de casa. Elas são óptimas para apanhar moscas e mosquitos e além disso fazem parte da dieta alimentar de vários animais como das tuas lagartixas, por exemplo. Existe uma espécie de aranha (estou farta de pesquisar na net para fazer o brilharete de te dizer o nome científico da dita cuja, mas não tive sorte nenhuma) que faz o ninho junto ao seu corpo e oferece-se para ser comida pelos seus filhotes e assim garantir a sobrevivência da sua prole. E eles comem-na mesmo! Diz-me lá quantos animais existem no planeta que fazem a mesma coisa? Ãh?
Medo das teias? Mas as teias não são venenosas, nem fazem mal nenhum. Mas que gente esta!! No Carnaval custumo prender pequenas fracções de fio de pesca fininho por cima das portas, para roçarem nas caras dos amigos que são assim como o ez. Se viesses passar o Carnaval connosco, passava-te a aracnofobia, ó ezinho!
Risada
Vá lá.. estou a brincar

29/11/06 19:37  
Blogger anete joaquim said...

Pois, só que as teias anunciam aranhas!!!
Quanto a essas brincadeiras de Carnaval....... NÂO TÊM PIADA NENHUMA!!!
No que toca a essas aranhas, que já vi no Odisseia, são mesmo mães!!!

30/11/06 10:45  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home