28 novembro 2006

lagartixa

Ana, lembras-te das lagartixas que disse que, um dia, poderia trocar com os sapos que tens na tua quinta? Aqui estão elas. Hoje consegui apanhá-las no seu frenético pequeno-almoço de suco de estrelícia. Sobem aos ramos da tangerineira e lá se põem ao sol.
No fundo, são pequenos lagartos. De sangue frio, como é próprio desta família de animais. Necessitam de solinho. Comem pequenos insectos e há quem diga que, na Madeira, há uma doença que não dá nas pessoas devido à presença das lagartixas na Ilha. Não me perguntem qual é a doença porque não fixei. Pode ser que apareça aqui alguém que saiba e dê a informação.
A lagartixa é "um mal muito espalhado" cá na terra. Por norma, as mulheres fogem delas a sete pés. Acho-lhes piada e lá vou convivendo pacificamente com elas. Ando, assim, numa espécie de budismo: todos os seres têm direito a existir. Lá os vou deixando vaguear pela quinta. Alguma função hão-de ter e desde que não me venham para cima, tudo bem.

Ah! Como devem ter notado, já tenho máquina outra vez. Aproveitei o sol e fui tirar montes de fotos. Tenho muita coisa para mostrar. Hoje vou ficar-me pelos bichinhos!
Dêem um click nas fotos para poderem ver melhor a lagartixa que está no ramo. Andou armada em modelo, a posar para a minha máquina. Vejam só o comprimento do rabinho dela!

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Que linda Lagartixa!!!
(na minha zona - Oeste - as lagartixas são apenas as pequenas. Deste tamanho... são Lagartos!!)

Que linda fotos! Sabe bem ter uma máquina fotográfica "à mão", não é?
Beijo e Bom Dia!!!!!

28/11/06 11:43  
Blogger anete joaquim said...

Puxa, mal me dás tempo para colocar o meu "jardim zoológico"!
Olha, tenho de ir fazer o almoço. Logo falo mais. Vai-te entretendo com as aranhas e lagartixas.
um beijão

28/11/06 12:11  
Blogger Chauffeur Navarrus said...

Aproveitámos para passar por cá!
Beijinhos
CN

28/11/06 12:36  
Blogger anete joaquim said...

Sempre bem-vindo!
Estava mesmo a faltar-me um chauffeur!
Agora, sim! Já pareço a dona de uma quinta!
Bjs

28/11/06 17:07  
Blogger anete joaquim said...

ez
Nada melhor do que uma máquina para nos levantar o moral! Parecia uma toxicodependente desesperada a tirar fotos hoje de manhã. Mas ela tirou-me logo as manias. Foram-se as pilhas num instante. É incrível como se perde a noção das fotos que já se tirou! Está a carregar!
Enquanto isso, ficaram-me as fotos para mais postagens. Vou fazê-las render!!! Amanhã posto mais coisas.
bjs

28/11/06 17:11  
Blogger Ana Ramon said...

Pois é Anete. Não tenho aparecido porque infelizmente a minha sogra já partiu. Têm sido dias muito difíceis como deves calcular. E antes de os trazermos connosco, como sempre dizes, fica aquela sensação amarga da perda definitiva. Mas agora é continuar porque para a frente é que é o caminho.
Inda bem que li o comentário do ez (sempre de olho-vivo) antes de começar a escrever o meu.. é que mesmo com a foto em ponto grande não me parecia uma lagartixa. A ver se te mando a foto de uma para veres a diferença dos teus lagartões. Dantes tinha mais lagartos desses e também uns às cores, lindíssimos que se chamam Tritões (ainda que só tenham 10 ou 20 anos). Mas a cachorrada corre com tudo e só me deixa as salamandras e os sapos, porque são bichos lentos e não lhes despertam a atenção. E por agora é tudo. Beijinhos

29/11/06 15:40  
Blogger anete joaquim said...

Olhem lá! Vocês não andaram a ampliar demasiado as fotos? É que estas lagartixas não medem mais do que uns 10 centímetros! Chamar grande a isto!
Já vi uns lagartões no Algarve que eram mil vezes maiores. Quase do tamanho de uma galinha.
Estas até são menores do que as osgas (que aqui não temos)!
Puxa! É verdade que tirei as fotos com o máximo de pixels, mas não exageremos! A máquina não é assim tão boa!
Andam no tinto do ez??????

29/11/06 19:21  
Anonymous Maria said...

Olá Anete, bom dia.

Lagartixas também tenho muitas, mas mais elegantes do que as tuas, gosto delas coitaditas.
Tenho também muitas osgas, horrorosas que detesto, até me dão arrepios.
Também estou triste, como sabes faleceu a sogra da Ana e com ela lá se foi mais um pedaço do meu passado.
Ela e a minha mãe eram inimigas "figadais", caso já se tenham encontrado nas terras do Além...acabou-se o sossego do S.Pedro!
Bjs e bom fim de semana prolongado.

30/11/06 11:17  
Blogger anete joaquim said...

Maria
Ando a ficar curiosa com as vossas lagartixas! Que coisa! São assim tão diferentes das minhas?
Olha, quanto à tristeza, só te posso mandar um beijinho e tentar que este jardim vos dê alguma alegria e vos faça esquecer essas dores.
Um beijão para ti.

30/11/06 19:12  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home