28 novembro 2006

Perlimpimpin!!!!!!!!!

Hoje tive um início de dia fabuloso! Diria mesmo que original! Coisa para recordar por muito tempo! Para contar aos netos (só se for dos outros!)!
Pois bem! Estava eu bem sentadinha no meu "trono", na compenetração das minhas necessidades fisiológicas, eis que sou surpreendida por um som cristalino, de vidros a se partirem. Pirimpimpin, tlin, pim-pim, tlinpintlin...
Verdade! Foi mesmo assim que soou.
Pareceu uma eternidade de vidros que nunca mais acabavam de se partir.
Deixei-me ficar sentadinha na sanita (ao menos ali estava segura!) a tentar perceber que raio de parte da casa se estava quebrando daquela forma. Além disso, à cautela, só me mexi quando tive a certeza de que "a coisa" tinha parado. Sabe-se lá! Bem que poderia vir pedra a seguir!!!!
Lá me levantei, calças pelos tornozelos (imaginam a cena?) e chamei: "Paulo?!?!"
Não houve resposta. Comecei a imaginá-lo a esvair-se em sangue, todo coberto de vidros. ("dramática", diriam os meus filhos).
Ouvi um som e percebi que vinha da cozinha.
Quando lá cheguei eram só vidros partidos pelo chão todo! Ele, de olhar meio aparvalhado, a tentar perceber como é que aquilo tinha acontecido e, ao mesmo tempo, transtornado pela quantidade de copos que, nuns segundos, tinham ido para melhor vida. Bateu o seu recorde! Tanto cuidadinho que tem quando lava a loiça! Partiu mais copos hoje do que na vida inteira!
So me preocupava em olhar para ele, a tentar visualizar algum golpe. Nada! Estava tudo bem.
Bem! Bem não estava tudo! Os copos que o digam! Dos cerca de trinta sobraram seis.
Ele lá explicou que a cristaleira tinha tombado. Ainda teve tempo de lhe deitar a mão para não deixar cair o móvel. Com os copos não teve a mesma sorte. Sobraram alguns, vá lá, mas, que diabo, eram simples copos de ter a uso todos os dias. Meia dúzia de tostões! Ainda pensei que as prateleiras de vidro também tinham caído, mas não. Como que por milagre aguentaram-se no sítio. Fiquei toda contente! Do mal o menos!
Ele ali continuava, todo triste, a tentar apanhar os cacos.
"Desanda!", disse-lhe com ar enérgico. "Não te preocupes mais com isso! Já estão partidos, nada podes fazer. Eu limpo! Não percas o autocarro!"
Ele lá saíu, mas eu, já no remanso da "coisa", comecei a pensar se essa história do "mau olhado" teria alguma razão de ser.
Que diabo! Uma pessoa pode não crer em feitiços, mas com tanta coisa que de repente nos cai em cima (mais os copos), já dá para desconfiar!...
Por via das dúvidas fui buscar os meus incensos de reserva. À cautela coloquei um pauzinho de cada. Um de mirra, para chamar a fortuna, de canela, não sei para quê e mais dois outros que nem vi o nome. Senti que a paz começava a entrar na minha vida. (Estou a brincar, mas o cheirinho que empestou a casa foi de morrer!)
No meio da desgraça toda, sempre houve coisas positivas: o meu homem estava inteiro; o mesmo aconteceu com as prateleiras de vidro; sobraram copos que dá para uma semana (um por dia, partilhado pelos dois, eheheeh!) e AINDA POR CIMA, descobri o sal da Toscana que minha irmã me tinha trazido de uma das suas viagens e de que nunca mais me tinha lembrado.
Moral da história: há males que vêm por bem!
Vão-se os copos! Que fique o vinhito! Tintinho, de preferência!

7 Comments:

Anonymous Mr said...

Ola
Hoje é só para dizer felicidades.
Tem de ser primeiro a devoção.
Vou já trabalhar.
Lamento os copos, mas ainda bem que foram só os copos.
Gostei muito das fotos.
Até logo
Abraços

28/11/06 18:57  
Anonymous Anónimo said...

Isso do tintinho.... é comigo?!?!

28/11/06 21:46  
Blogger greentea said...

há dias assim ... talvez seja do Quarto Crescente... ou algum sinal cósmico!
Salvou-se a cristaleira e o teu marido - é o fundamentalç , copos de todos os dias , há muitos !

29/11/06 10:07  
Anonymous Anónimo said...

vê lá se é preciso eu fazer uma análise às cartas para saber o que se passa por aí ...?

beijinhos

29/11/06 10:11  
Blogger anete joaquim said...

mr
Telegráfica stop Obrigada stop bom trabalho stop
Estou a brincar consigo!
Um beijão
Obrigada por, mesmo com tanto trabalho, vir fazer-me uma visita.
Obrigada pelas palavras.

ez
Não! Não era contigo. Gosto mesmo de vinho tinto!!!! Às refeições. Minha mãe fazia vinho. E, já agora, sei e gosto de beber com moderação. Comer e beber, para mim, são um verdadeiro prazer. Aprecio, acima de tudo, a qualidade. Por isso é que gosto tanto de comer em casa!... Lá fora dificilmente encontro melhor!

greentea
É mesmo! Copos há muitos!
Quanto ao quarto crescente não sei! Será um sinal cósmico? De quê? Não ando a perceber nada da minha vida. Anda por aqui, de facto, uma nuvem negra que não me larga. Bem que tento afastá-la com o meu bom humor, mas a peste teima em permanecer! O que aconteceu ontem foi mesmo estranho. Não era suposto aquele armário tombar assim. Por isso...

wicky
... talvez fosse mesmo bom fazeres uma análise às cartas. Se eu percebesse o quer Deus fazer comigo, talvez fosse mais fácil.
Ontem já perguntava com alguma resignação: que mais me há-de acontecer?
Estou pronta para tudo.

29/11/06 10:29  
Anonymous Lma said...

Sinto muito pelos copos! Mas já sei o que te oferecer pelo natal! hehehe

29/11/06 11:50  
Blogger anete joaquim said...

Ri-te, ri-te!

29/11/06 19:10  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home