04 setembro 2007

lagartixas

Estes animais que aqui se vêem são lagartixas. O dia estava solarengo e aproveitaram para se virem aquecer aos primeiros raios de sol. Há quem não goste delas, mas são óptimas a comer insectos do jardim. Têm medo de nós, por isso não há que temê-las. Quando nos aproximamos muito ou quando nos mexemos, fogem a sete pés.
Posted by Picasa

7 Comments:

Blogger Espaço do João said...

Comer insectos e , não só . Também gostam muito de uvas e outros frutos. João.

4/9/07 23:02  
Blogger Nelio said...

Anete tenho dessas criaturas por cá que não queria nem pintadas,acho que é doa animais que mais me arrepiam só de olhar,infelizmente todos os dias os vejo,excepto no inverno...ainda quando elas andam pela rua lá vai,agora quando vem para dentro de casa é que a coisa muda de figura,imagine a barafunda,sem ter a certeza que elas sairam eu não descanço e ligo o aspirador no máximo,dá quase sempre resultado,mas a casa por vezes fica do avesso para a apanhar....lol mas vou á luta contra o animal,tenho uma irmã que máta-se de medo e não se atreve a tirá-las de dentro de casa....

5/9/07 01:53  
Blogger Nelio said...

Já li um artigo num jornal sobre esses bichinhos que nos protegem de uma qualquer maleita provucada pelos ratos....

5/9/07 02:04  
Blogger anete joaquim said...

Ai, que vontade de rir, nélio! Coitadas das bichinhas. Um dia estava na cama, era de noite e ouvi um ruído de qualquer coisa a andar no quarto. Pensei logo que era uma lagartixa, mas nem me importei. À noite elas costumam ficar a dormir... e eu também. Todas as noites acontecia a mesma coisa. Quando me ia deitar, talvez porque acendesse a luz, lá acordava a bichinha, ela resmungava, mas acabava por ficar quieta. Uns 5 dias depois achei que era tempo de resolver a questão, afatei a cómoda e lá estava uma lagartixa daquelas bem gordas, esverdeadas. Peguei numa vassoura e, com muito jeitinho, lá a fui encaminhando para a porta da rua. Lá se foi, à sua vida, ao ar livre, que quarto não é sítio agradável para uma lagartixa viver. Agora, se queres que te diga, não suporto baratas. Não descanso enquanto não as mato, se me entram em casa. Tenho redes nas janelas, mas às vezes entram pela porta. Enfim, cada um tem medo ou nojo de qualquer coisa. Eu, com lagartixas, desde que não venham para cima de mim, tudo bem.
E é verdade essa história da protecção da nossa saúde. Há uma doença que não existe na Madeira por causa das lagartixas. Já soube qual era, mas agora não me lembro.

5/9/07 11:59  
Blogger anete joaquim said...

João
Claro que têm de se alimentar e por cá há fruta que dá para todos!

5/9/07 12:00  
Blogger Rubina said...

Odeio lagartixas :(

5/9/07 20:49  
Blogger Cris Bolbosa said...

Aqui também as tenho, agora veêm-se muitas ainda bebés. Adoram tomar sol em cima do muro.
Um dia quando cheguei a casa, ao abrir o portão, tinha uma dentro de "fechadura". Não sei quem se assustou mais, se eu se ela. A pobre esticou as patitas e a cabeça o mais que pode, e assim ficou, imóvel.
Também tenho osgas, essas já me arrepiam mais, mas desde que não saiam do seu canto, no problem.

8/9/07 23:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home