06 dezembro 2006

Cantinho dos pneus











22 Comments:

Blogger anete joaquim said...

Se derem um clic sobre as fotos, podem ver melhor os pormenores.
Divirtam-se!
Passem um dia muito feliz!
bjs a todos

6/12/06 12:03  
Blogger Ana Ramon said...

Um cantinho muito simpático. Parabéns!

6/12/06 13:21  
Anonymous Anónimo said...

Que lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

6/12/06 17:35  
Blogger anete joaquim said...

Obrigada, Ana.
bjinhos

ez
Estás a gozar, gostaste mesmo ou tal foi a preguiça que te ficou o dedo em cima do ponto de exclamação?
;D

6/12/06 19:08  
Blogger Chauffeur Navarrus said...

Muito bonito...
Em perspectiva parece a jardino-montanha-russa :)
Os pneus estão a encantar realmente.

Nota: Hoje foi um dia cansativo e só agora é que consegui dar um saltinho à net.

Beijinhos e obrigado pelas palavras...O puto com barbas agradece! :)

6/12/06 20:52  
Anonymous Anónimo said...

como quis comentar em todos os recentes posts... faltou-me a prosápia! (que é difícil, hein?!?)

6/12/06 20:54  
Anonymous Mr said...

Boa noite Anete
Cheguei agora a casa e que maravilha - o caminho dos pneus merece uma visita. Acho que o jardim de pedra deve ser aberto a visitas de estudo e passeios turísticos.
A criatividade da Anete surpreende.
Estou encantada.
Já fez a árvore de Natal?
E mais uma vez obrigada por ter aparecido. Mostrado o seu rosto.
E o seu rosto inspira confiança, solidariedade, amizade.
Um grande abraço

6/12/06 22:54  
Blogger anete joaquim said...

mr
A ideia até que tem pernas para andar. Acho que os estudantes de botânica, pelo menos, teriam aqui muito que ver. Nem sei quantas espécies tenho no jardim, mas tenho primado pelas madeirenses. Razão que justificaria ainda mais a visita de estrangeiros.
Sei lá! Talvez seja uma forma de rentabilizar a quinta! Uns chazinhos a complementar a visita ou, até, umas boas patuscadas aos visitantes, dariam um bom pé de meia.
Este ano nem quero pensar em Natal cá em casa! Não estou com intenções de colocar a mínima decoração. Fugiu-me o espírito da coisa. É melhor fingir que nem existe. Um dia como outro qualquer. Talvez apenas mais amargo que qualquer outro. Mais uma razão para o esquecer, mas não me esquecerei de vocês.
beijões pelo carinho

ez
Compreendo! Deixa lá. Nem sempre estamos inspirados. A bolha afecta qualquer um.
Um beijinho também para ti e as melhoras.

chauffeur
LOL! És bem grande para seres puto!
Obrigada pela visita.

6/12/06 23:23  
Anonymous Mr said...

Ola
Estou como a Anete. Nada de enfeites de Natal.
Até amanhã.
Um grande abraço

6/12/06 23:47  
Anonymous maria said...

Anete

Palavras para quê acerca do cantinho dos pneus, está à vista, ficou lindo.
Esse gatito de loiça bem me enganou...
Quanto ao Natal estou a 100% contigo, cada vez é mais um dia como outro qualquer e decoração natalicia em casa já não esxiste ha vários anos!
Bjs.

7/12/06 08:57  
Blogger Ana Ramon said...

Mas afinal sou só eu a enfeitar a casa (as casas) com estas coisas de Natal? Eu gosto de desempacotar as bolas, os bonecos, as fitas, os fios. A árvore é falsa porque me dói sempre o coração deitar abaixo qualquer árvore das minhas ainda que tenham nascido em sítios que não dá para elas prosseguirem. As bolas são ainda de vidro porque têm um brilho diferente e gosto de ser obrigada à delicadeza do seu manuseio. Sou ateia e no entanto sempre que arranjo um local novo, gosto de fazer o presépio, transportando pedrinhas, musgo, fazendo a palhota com pedaços de cortiça. Há vários anos decidi fazer eu mesma as figuras e comecei pelo S. José, uma figura com palmo e meio de altura e com a cara chapada de um amigo nosso. Um trabalho porreiro para quem nunca tinha feito nada no género. Fiz-lhe a capa com um tecido grosseiro e, como estava um bocadito húmido, fui pô-lo no exterior da casa para acabar de secar. Entretanto ao tentar fazer a senhora durante alguns dias, esqueci-me do desgraçado lá fora e quando o fui recolher já se tinha pirado, deixando-me apenas a capa para eu perceber que ninguém o tinha roubado. Aborreceu-se por ter estado aqueles dias debaixo de chuva :)) Mas isto para dizer que gosto de mudar as cores da casa, gosto do cheiro a pinheiro (apanho sempre umas ramas para perfumar a casa). Mas este ano não há presépio. Não tenho um espaço catita e com esta chuva também não se consegue trazer nada seco para dentro. Gosto de mudar o aspecto da casa e o Natal é uma boa desculpa. Enfeito tudo para o Natal, depois para o Ano Novo, a seguir para o Carnaval. Não é pelo espírito da coisa. É pelo meu prazer de mudar. Um beijinho

7/12/06 14:01  
Anonymous Mr said...

Boa noite
A Ana conseguiu motivar-me. Amanhã vou tentar dar um ar de Natal à minha casa.
Mas muito pouco.
Gosto especialmente das velas e dos ramos (pinheiros, cabrinhas e dos sapatinhos).
A Ana relembrou-me alguns cheiros.
Sempre o melhor para todos.
Anete o Ez tem razão é preciso muito cuidado coms os cogumelos. São traiçoeiros.
Um abraço

7/12/06 20:17  
Blogger anete joaquim said...

Maria
O gatinho não está lá por acaso! Sei que gosta de gatos! Não foi para a enganar que pus um de loiça. É a Maria que está ali!
Um beijo. De uma forma ou de outra vocês estão ali representados. Este cantinho foi especialmente concebido para vocês, que me têm acompanhado nestes dias.
Os pneus, claro, lembram-me o ez!!! LOLOLOLOL. Estou a brincar contigo, ez! Não ligues às bocas da Ana sobre a tua barriga! Não tens razões para te preocupares com a tua figura! Agora, se a barriguinha te preocupa, tens uma boa maneira de a eliminar! Pega na máquina e vai andar. É a melhor forma de a tirares. Tu, ez, estás representado nos cactos que estão nas púcaras de barro. A Ana, claro, são as folhas vermelhas de que tanto gosto, que estão na rectaguarda, dando um "brilho" e alegria a todo o conjunto.
A suavidade das cores dos pneus vai para a mr. (a propósito, aquele amarelinho está muito pálido! Vou mudar-lhe a cor. Dar um toque de energia à mr!)
O chauffeur é que são os pneus! Então não foi ele que me inspirou, mostrando-lhe o que poderia fazer na sua quinta?
Foram vocês que me "abanaram" da letargia que me tinha invadido nos últimos tempos e que fazia com que nem quisesse pegar no jardim!
Assim sendo, este cantinho é a minha homenagem aos gestos de ternura que comigo tiveram. Vou tratar dele com todo o carinho!
Um beijão para todos.

8/12/06 13:09  
Blogger anete joaquim said...

Ana
És sempre a mesma! Lá estás tu a dar um abanão em todos! Puxa, mulher! Lá nos vais obrigar a fazer Natal!!! Não podias ter ficado quietinha?
E, olha, essa das coisas molhadas não pega! Nem a do cantinho para pôres o presépio. Já que vieste para aqui desestabilizar a nossa monotonia, toca a mexer! Nem que seja em cima do fogão, hás-de fazer o teu presépio!
Um beijão

8/12/06 13:15  
Blogger anete joaquim said...

mr
"Cabrinhas" e "sapatinhos"???? Origens madeirenses bem presentes, hem!? Como nos revelamos em coisas tão simples!!!!
Bem, para os que não são de cá, as "cabrinhas" são umas plantas que colocamos, tradicionalmente, nas "lapinhas", presépios normalmente de dimensões consideráveis, com que enfeitamos a casa no Natal. Podem, contudo, ser colocados em qualquer presépio, mesmo pequeno.
Os "sapatinhos" são uma espécie de orquídea, de uma flor só em cada haste, que os madeirenses, por tradição, gostam de ter a enfeitar as jarras e a casa, no Natal.
O "alegra-campo", (ainda se lembra, mr?, é uma espécie de corriola que os mais antigos usam para fazer grinaldas em torno das "lapinhas".
Na Madeira, para além das "lapinhas" temos outra espécie de presépio, também muito tradicional. É feito em escadinhas, enfeitadas com maçãs, laranjas e outras frutas, cabrinhas, "searinhas" (que são pequenos recepientes onde se semeou trigo, com uma certa antecedência, para que já esteja crescinho na altura do Natal). Fica, assim, uma espécie de relva.
No cimo das escadinhas fica o Menino Jesus!
Vou ver se consigo tirar fotos a presépios madeirenses para vos mostrar como são!
Beijos

8/12/06 13:30  
Blogger Ana Ramon said...

Até que enfim que vos vejo preocupadas com os enfeites de Natal. Estava a ver que não conseguia fazer chegar o cheiro a pinheiro às vossas casas sensaboranas - quem é como quem diz, iguais no ano inteiro. Este ano já não dá, mas para o próximo, a ver se nos pomos todas a fazer os bonecos do presépio para darmos a conhecer a nossa vertente artística (que temos todas/todos)). Isso que contas das escadinhas com o menino lá em cima, é a mesma ideia que se usa aqui nos Santos Populares em que no alto das escadas está o Santo António com o menino ao colo. Agora não me lembro do nome dessa composição. Talvez a Maria entre entretanto e se lembre. Agora vou sair daqui para ensinar a minha sobrinha a fazer um bolo de chocolate daqueles recheados a chantilly e cobertos com chocolate derretido, para termos lanche especial neste feriado e perfumarmos deliciosamente a casa, já que estamos aqui as 2 sozinhas. Até mais logo

8/12/06 14:36  
Blogger anete joaquim said...

Olha, tinhas de vir para aqui aguçar-nos a gula, não é?
Pois bem! Estou em plena elaboração de um licor de tangerina. Não me peçam a receita! Foi uma experiência meio esquisita. Meti as tangerinas todas que a minha árvore deu este ano, e que eram pequeninas, num frasco com vodka. Está há perto de três meses a macerar. Hoje acrescentei rum e fiz uma calda de açúcar. Estou à espera que arrefeça para misturar tudo, coar e ver qual o resultado.
Bom bolinho!

8/12/06 18:49  
Anonymous Mr said...

Ola
Apanhou-me... Tenho sim senhora origens madeirenses.
No continente os rusgos (salvo erro) fazem lembrar o alegracampo.
Graças à Ana estou a tentar dar um cheirinho de Natal ao meu pequeno apartamento.
Gostei da suavidade da cor dos pneus ser para mim. Vou tentar estar à altura.
Um grande abraço

8/12/06 19:16  
Blogger Ana Ramon said...

O Bolo já está feito.. assim como uns biscoitinhos para guardar. Comemos tantos biscoitos que ainda está ali o bolo tristemente a olhar para nós. Ficou com a massa um pouco húmida no centro (a receita dizia que era assim mesmo) e por isso resolvemos não o cortar para o rechear. Cobrimo-lo com o chantilly e está com óptimo aspecto. A receita dos biscoitos é muito simples e tão fácil que nunca mais a esqueci. Fixa-se assim: 100, 200, 300 +1
:))
Sabendo que o açúcar é o menor e a farinha o maior. O do meio é manteiga e o mais um, é o ovo inteiro. Mistura-se tudo e vai ao forno em tabuleiro untado. Se se gostar, quando se tira do forno, polvilha-se com canela. Desta vez não pusemos canela nenhuma. Derretem-se na boca. Um prazer do caraças!
Se o licor de tangerina sair bem, diz-me. Possivelmente vou tentar fazer este ano pela primeira vez. Mas nas receitas que estive a ver, junta-se apenas a casca da tangerina com a calda de açúcar e a aguardente. Pode ser que estejas a um passo de criar um licor original. Torço por isso! Também gosto de um bom copito :))

8/12/06 21:17  
Blogger anete joaquim said...

O licor ficou UMA DELÍCIA! Sabe mesmo a tangerina, mas é natural, pois levou a tangerina toda e foi tudo partidinho para dentro da vodka. Essência pura. Deve também dar com limão e laranja. Hei-de experimentar!

9/12/06 00:59  
Blogger Chauffeur Navarrus said...

Muito bem...
Com grande satisfação apercebo-me aqui de um conjunto de mudanças/alterações que vou resumir partilhando:

1º Um belo número de comentários ( 20 até agora )

2º Uns a trabalhar por mail e outros nos comentários do blog mas... AFINAL, alguém já vai começando a pensar em dar um certo ar de graça com cheirinho a natal lá em casa. ÓPTIMO!

3º Isto dos "Ramons" aos "Navarrus" , no que diz respeito ao Natal, é um pulinho!

4º Um beijinho

9/12/06 10:33  
Blogger anete joaquim said...

Chauffeur
Tens razão! É tempo de passarmos a fazer os comentários noutros posts. Culpa minha, que não tenho colocado mais.
Vou resolver já hoje esse problema!
Quanto ao Natal, espero que a Ana consiga, de facto, motivar-nos.
No que toca ao mail, a mr, apesar de eu já o ter sugerido, acho que ainda não deu com ele! LOL (ou antes, risos).Ou não quis usá-lo, o que está no seu direito. Seja em que lado for, são sempre bem vindos.
Um beijão

9/12/06 12:50  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home