29 Abril 2007

Alstroemeria (estrumérias, na Madeira)






As "estrumérias" ou Alstroemerias (afinal descobri que não são frésias) lá continuam a encher o verde do tufo em que nascem. Ainda não está no auge, mas para lá caminha.

raquéis picasso


Está no tempo das raquéis vermelho escuro.
Os corações de pé-alto também começam a levantar o caule, que se há-de encher de florinhas cor-de-rosa.

plantação de bolbos


O espaço de terra vazio está recheadinho de bolbos de várias espécies, nomeadamente beladona. Adoro quando chega o Outono e lá aparecem as suas flores cor-de-rosa, quase as únicas a existir no jardim nessa época do ano.
Pelo meio, outros bolbos de florinhas coloridas hão-de dar as suas graças em breve. Espero.
Enquanto isso, coloquei umas línguas de sogra a compor um pouco o espaço em branco.

remodelação


Ontem foi dia de limpeza e remodelação deste espaço.
Retirei plantas que aqui havia, como os jacintos, e coloquei estas bromélias e corações brancos.
O antúrio branco que minha mãe me deu também foi retirado deste espaço. Não se estava a dar bem com o sol.




malmequer lilás


Nas fotos, por norma, mal se consegue ver a beleza destes malmequeres, visto que estão de costas para nós. Procuram o sol e, por isso, fogem pela rede fora.
Hoje, consegui apanhar esta foto.

amarelo com pinta


Os malmequeres amarelos, com pinta preta, abriram-se, finalmente.

Há muito tempo que os não via!








chagas



As chagas estão na fase traiçoeira de deitarem fora as suas sementes. São pequenas bolinhas que se vão espalhando pelo meu jardim.
É outro dos trabalhos que tenho para esta semana, isto é, cortar ou deitar para o terreno do vizinho a onda de chagas que está a tentar invadir o meu jardim.
Não tarda nada, as coroas-de-henrique estão em flor e quero o terreno todo limpinho.

nem tudo o que parece é

Podem ser muito bonitas, mas não passam de flores de ervas daninhas que me encheram o jardim da "avenida" nos últimos tempos.
Estas fotos marcam o seu último suspiro.
Foram retiradas hoje de manhã. Agora as flores que plantei podem respirar à vontade.


coração da Dona Leónia


Este coração foi deixado cá pela antiga dona da casa. Estava numa lata e não tinha espaço para se expandir. Coloquei-o no chão e tem crescido até dizer chega.
Está lindo e tem resistido às investidas da Queen, que agora apanhou a mania de ir para dentro deste jardim.
Ontem o Paulo andou a armar um suporte para o coração, visto que os seus ramos estavam a alongar-se em busca do sol.
Ontem e hoje quase não parámos no jardim.
Há ainda muito que arranjar.

eu tenho dois amores...


que em nada são iguais...

(ficaram desfocados,

p'ra não se ver de mais.... LOL!!!!!)

Nota: a pedido de um dos visados, foi retirada a foto dos meus dois amores! Oh! Que pena! Que falta de humor! Então, filhote, estás mais satisfeito? Tens razão! Não tinha o direito de te expor. O meu pedido de desculpas.
Para a próxima ponho em grande, bem visível! LOL. Podes estar descansado! Estou a brincar. Respeito o teu desejo. Não deixas de ser um dos meus amores por causa disso!

os meus amores



Tenho amores variados,
cada qual com sua cor.
Há brancos e avermelhados.
Não deixam de ser amor!






















27 Abril 2007

Que surpresa!!!




Hoje, quando fui regar as plantas, deparei-me com algo estranho, que ali não estava ontem. Parece-me que andou para aqui um jardineiro malandro a plantar-me umas florinhas roxas, cujo nome desconheço, e ficou bem caladinho à espera que eu desse com elas.
Malandreco!
Bijufas!!! Obrigadona!!!!

Festa da Flor-exposição de flores




A Festa da Flor, organizada pela Secretaria Regional de Turismo, decorreu a 22 de Abril.
Foi constituída pelo Cortejo da Flor, pela Exposição da Flor, (que decorreu dentro da tenda gigante por trás desta charola de proteas) e por arranjos exteriores nas ruas, entre os quais os tapetes florais e o Muro da Esperança (de que não tenho imagens), construído por crianças. Isto é, cada uma delas coloca uma flor num suporte previamente construído, conseguindo-se assim um autêntico muro de flores.
As fotos aqui apresentadas são todas da autoria do Paulo Morna.

exposição flores-festa da flor 2007










exposição de flores na festa da flor